quarta-feira, 9 de julho de 2008

9 de Julho


Campinas amanheceu num estado de dormência. O Estado de São Paulo vive hoje um feriado, o 9 de Julho. A data relembra a chamada Revolução Constitucionalista de 1932. Até onde sei, foi um levante militar contra os desmandos do primeiro governo de Getúlio Vargas, que era centralizador e - nada novo - sobrecarregava os estados de impostos. Havia um sentimento de mudança, mudança da constituição vigente, a fim de dar mais autonomia às unidades federativas. São Paulo liderou esse movimento, e achou que teria a ajuda de outros estados, mas no fim ficou sozinho contra as forças armadas do país. A resistência paulista sucumbiu somente depois da morte de vários brasileiros de São Paulo.

Por conta do feriado, Campinas permanece ainda com suas portas e janelas fechadas, neste início de quarta-feira, exceto por algumas pouquíssimas casas comerciais. Vai ser complicado achar um lugar para almoçar, provavelmente terei que me socorrer de um shopping, coisa que particularmente não me agrada. Almoçar em um lugar fechado não me parece uma boa idéia em um dia lindo como este, de céu azul e ar fresco. Mas será o jeito, e ninguém vai morrer por isso. Nem por querer mudar a constituição, nem de fome.

Um comentário:

DarKmaN disse...

Marcelo,

Já que vc está por estas bandas procure a Cida que mora aí em Campinas, bem no centro.
Eu estou apenas a 30 km daí e tenho sempre uma cerveja gelada na geladeira e um filho lindo, com o violão na mão pronto prá te ouvir e cantar com você.
Eu sei que você deve ter vindo a trabalho e que o tempo deve ser muito curto, mas se puder apareça, nós vamos adorar.
Seu afilhado vive aqui porque a namorada dele é de Jundiaí. Ele também vai adorar te ver.
É isso... acabei de tirar um bolo do forno... vamos comer.
Beijos,
Iza